-- Temas Acadêmicos de Psicologia --

- Aqui estão alguns Temas do mundo da psicologia,
que podem ser úteis para qualquer pessoa.



- Artigos:

-Acupuntura: Tratamento natural, milenar e científico.
-Alimentação: fracione, organize, equilibre!
-Ansiedade
-Ansiedade de Desempenho no Esporte
-Ansiedade de desempenho no vestibular
-Ansiedade e medo de dirigir
-Ansiedade e Terapia Cognitivo-Comportamental
-Assertividade
-Colecionismo
-Como iniciar uma conversação?
-Como lidar com a raiva
-Compulsão ao Jogo
-Depressão não é só Tristeza
-Disfunções Sexuais
-Efeitos das Emoções Positivas
-Felicidade
-Felicidade Autêntica
-Mas, o que é auto-estima?
-Medo de Voar de Avião
-Medo do tratamento Odontológico
-Nutricionista Adriana Lauffer
-O Medo de Errar
-Perdoar faz bem
-Perfeccionismo: escravidão pela perfeição e oposição à  frustração
-Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC)
-Transtorno do Comer Compulsivo
-Tratamento do Tabagismo
 

- Artigos:

- >Ansiedade de desempenho no vestibular -

->Existem três grandes grupos de vestibulandos, os que não se preparam adequadamente, que têm chances escassas de passar no vestibular; os que têm desempenho razoável durante toda vida escolar e apresentam razoáveis chances de passar, caso se preparem para tal e aqueles que sempre foram bons alunos e estão preparados para encarar o desafio.

A ansiedade pode ser manifestada em vestibulandos dos três grupos, sobretudo devido às angústias relativas a esse tipo de concurso, mas também devido às pressões de familiares, principalmente dos pais e do grupo social. Aqueles que estão bem preparados quanto aos estudos sofrem a ansiedade de forma diferenciada, justamente por terem crenças e pensamentos distorcidos a respeito do vestibular e de seus recursos cognitivos. Muitos confundem o concurso vestibular como algo categórico e dicotômico, do tipo sucesso ou fracasso, não ponderam quanto o vestibular ser um concurso, que ocorre todos os anos ou semestres. O vestibular não é um sistema avaliativo, mas classificatório que envolve fatores diversos, tais como o número de concorrentes.

A experiência cognitiva de ansiedade no vestibular, pode influenciar diretamente tanto nas reações fisiológicas como no desempenho dos vestibulandos, já que a pessoa ansiosa tem pensamentos e cria imagens fortes o suficiente para induzir sintomas fisiológicos de ansiedade, os quais propiciam a inibição ou a interferência de suas estratégias de ação.

Os vestibulandos que apresentam ansiedade de desempenho sentem um elevado grau de ansiedade só de pensar no vestibular, podendo atingir níveis elevadíssimos nos momentos das provas, levando-os a bloquearem a percepção, a memória e a concentração. Tudo isso, devido à reação neuroquímica subseqüente e por subestimarem suas próprias capacidades de interpretação frente ao evento, no caso, o exame.

O sujeito que apresenta ansiedade de desempenho, geralmente possui uma auto-exigência exagerada e uma elevada preocupação com os resultados. Tende a relembrar o erro não com a finalidade de aprendizagem, mas ao contrário, levando-o a recriminar-se e punir-se, e ainda, envergonhar-se do “fracasso”. Tendo o conhecimento que a ansiedade afeta a percepção, a memória, a concentração, levando os vestibulandos ao chamado “branco na mente”, é fundamentais tratar a questão da ansiedade, e todas as angústias inerentes a esse tipo de concurso, com similar importância quanto aos estudos que a preparação pré-vestibular exigem, pois de nada adianta fazer um grande armazenamento de memórias e conhecimentos se no momento apropriado o sujeito não consegue evocá-los. “Em circunstâncias de estresse ou ansiedade elevada, a glândula supra-renal secreta corticóides, que agem diretamente sobre o cérebro e bloqueiam o mecanismo de evocação”, afirma Iván Izquierdo, um dos maiores neurocientistas dos estudos da memória. É essencial que os vestibulandos aprendam a reconhecer seus padrões de ansiedade frente aos eventos e a usarem as técnicas da terapia cognitivo-comportamental que visem à diminuição e a supressão da ansiedade, para que possam gerenciar de maneira positiva, tanto os concursos vestibulares, como seus problemas futuros, potencializando-os para terem respostas assertivas frente as suas dificuldades.

Autor/ Fonte
Psicóloga Márcia Copetti
CRP-07/13277 fone 9701 9553
www.marciacopetti.com.br
contato@marciacopetti.com.br
/






Voltar